Creative Commons Brasil em 2020

12.02.20 | comunic

Na quinta-feira, 6 de fevereiro, o Creative Commons Brasil escolheu a gestão 2020 de seu capítulo. Os cargos ficam em vigor até janeiro de 2021.

Em uma reunião aberta com colaboradores locais, reelegemos Mariana Valente, diretora do InternetLab, advogada e pesquisadora na área de acesso ao conhecimento, como  Coordenadora Geral (“chapter lead”). E escolhemos Leonardo Foletto, jornalista, editor do BaixaCultura e ativista da cultura livre, como representante do CC Brasil no Global Network Council​, o conselho que tem representantes de todos os capítulos do mundo e que tem à função de tomar decisões sobre a rede global de membros.

Para o cargo de coordenadora de Open GLAM, permanece Juliana Monteiro, museóloga e pesquisadora na área de instituições de memória. Pessoas novas assumiram novas lideranças também:

Colaboração e projetos wiki: Giovanna Fontenelle, jornalista, historiadora e membra do Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil

Governo Aberto: Chico Venâncio, voluntário na Wikipédia, programador e membro do Grupo de Usuários Wiki Movimento Brasil

Reforma da Lei de Direitos Autorais: André Houang, formado em direito

Comunicação, documentação e registro de atividades passa a ser uma atividade coletiva de todos os integrantes que quiserem participar, sem coordenação. A tarefa de Traduções também segue em um grupo de trabalho (GT) colaborativo, que atua sob demanda, propondo e recebendo propostas de textos que é importante que estejam em português – e disponíveis no site.

As discussões sobre a nova gestão para 2020 basearam-se no documento de governança do capítulo, aprovado em janeiro de 2019.

Definimos, também, que, além dos objetivos de longo prazo (envolvendo conexão de comunidades e disseminação do nosso projeto e pautas) e as tarefas que são constantes (suporte a pessoas que querem usar as licenças, a instituições que querem implementar políticas de acesso aberto etc), em 2020 planejamos:

  • Realizar um evento internacional em julho, para debate sobre questões contemporâneas envolvendo conhecimento livre;
  • Construir um repositório de materiais sobre Creative Commons (livros, artigos, vídeos etc);
  • Atuar nos debates sobre reforma do direito autoral, que devem correr ao longo ano.

Acompanhe as nossas atividades e engaje-se! Veja como.

Assista abaixo a reunião na íntegra: