Semana de lançamentos do projeto Freenet Film

3.06.13 | admin

O freenet é uma iniciativa a favor da internet livre e da garantia dos direitos dos usuários, e conduzido por quatro instituições: Centro de Tecnologia e Sociedade da Fundação Getúlio Vargas/RJ, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Instituto Nupef e Intervozes. O objetivo do projeto é realizar um documentário colaborativo que exponha fatos, casos, pontos de vista e questionamentos de pessoas que estão atentas aos desafios enfrentados hoje para assegurar que a Internet continue sendo um espaço aberto, colaborativo, no qual a autonomia e os direitos dos usuários são respeitados. Todos os filmes são licenciados em Creative Commons, e a abertura será no canal O Cubo, que já divulgamos por aqui.

semana_lançamento_final

Animação “Acesso ao conteúdo” abre semana de lançamentos do projeto freenet film, que exibirá ainda três vídeos quenianos

Primeiro dos quatro vídeos será lançado no canal web “O Cubo” e completa a série de filmetes que apresentam os principais temas do documentário colaborativo

Nesta terça-feira, 04/06, às 20h, o filmete “Acesso ao conteúdo” abre a semana de lançamentos do “freenet film” abordando, principalmente, o cenário de direitos autorais na cultura digital. Por meio da estética da animação, retrata os embates entre uma arcaica indústria cultural e os consumidores de cultura e conhecimento.

A nova produção chega, desta vez, primeiro no Canal O Cubo, um espaço web de fomento ao audiovisual independente da grande mídia que preza por conteúdos abertos, com direitos autorais flexíveis. O vídeo completa a série de cinco produções audiovisuais que apresentam os temas principais do documentário colaborativo “freenet film”, um esforço para levar ao público geral mais informações sobre assuntos que dizem respeito à liberdade da internet – ou falta dela – e estimular os usuários da rede, de qualquer país, a se envolverem, criando e compartilhando seus próprios vídeos sobre os temas. Na plataforma e no canal do YouTube, já estão os vídeos “Liberdade de Expressão”, “Acesso à conexão”, “Neutralidade da rede” e “Privacidade”.

Produções Quenianas

A partir da quarta-feira e até a sexta, os lançamentos previstos passam a acontecer às 17h, no canal “freenet” no YouTube e também na plataforma “freenet” (freenet.org). A cada dia, uma produção queniana (sinopses abaixo), resultante do workshop freenet no país africano, será exibida e seguirá disponível para acesso geral. O processo de construção desses vídeos se deu ao longo de uma semana, quando uma equipe esteve reunida presencialmente discutindo temas, pensando no roteiro, produzindo e editando.

Como os vídeos lançados anteriormente pelo “freenet”, esses quatro novos que chegam à web buscam mostrar como os direitos dos usuários e a liberdade da internet estão ameaçados, e reforçam o convite à participação da sociedade civil no documentário, que está em construção na rede e tem previsão de lançamento para 2014. Qualquer pessoa pode enviar vídeo para compor o filme, por meio de upload na plataforma freenet: http://www.freenetfilm.org/submit-video

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

04 de junho // terça-feira // 20h
>> No Canal O CUBO >> canalocubo.com

FILME:
ACESSO AO CONTEÚDO

O controle da cadeia de distribuição de conteúdos por grandes  corporações não tem como objetivo “proteger” autores. O que a animação “freenet?” ilustra é a mudança  de dinâmica provocada pela internet, que abriu novas possibilidades para a interação entre criadores e consumidores de todo o mundo e  originou novos modelos de negócios.  O filme também mostra como o acesso a conteúdos, nas sociedades conectadas em rede,  aprofundou a disputa  entre as indústrias da música, do audiovisual e editorial  e novas lógicas de distribuição que desafiam o velho modelo de negócio. Na busca por manter o , seu domínio intocado, algumas indústrias chegam a colocar em cheque  a liberdade de expressão e o acesso à cultura

05 de junho // quarta-feira // 17h

>> No canal freenet no Youtube >> youtube.com/freenetfilm

FILME:
NAIROBI SURVEILLANCE

Numa Nairobi vigiada, a população não tem mais privacidade ao se conectar, seja por meio das chamadas telefônicas, por mensagens de texto  ou da internet. A vigilância do governo está por toda a parte,  tudo em nome da “segurança” dos cidadãos.

06 de junho // quinta-feira // 17h
>> No canal freenet no Youtube >> youtube.com/freenetfilm

FILME:
ONLINE MOBILIZATION, NAIROBI

O curta-metragem gravado na cidade de Nairobi faz uma crítica ao que se pode chamar de “mobilização de sofá”, ou seja, o tipo de ativismo que só acontece online, sem se traduzir em manifestações concretas, ações e encontros presenciais. Sem diálogos, o filme retrata um personagem que mora na maior favela da cidade, Kibera, e decide participar de um protesto após acessar o convite numa rede social.

 

07 de junho // sexta-feira // 17h
>> No canal freenet no Youtube >> youtube.com/freenetfilm

FILME:
GOING ONLINE IN A MAARIFA CENTER, ISINYA

Personagens de diferentes tribos e faixas etárias narram o impacto dos Maarifa Centers sobre suas vidas e sobre as comunidades das quais fazem parte. Os Maarifa são oásis de acesso à internet em regiões desconectadas, que permitem que além da conexão, cidadãos possam se articular e desenvolver projetos que usam as TICs como suporte.

 

(conteúdo: equipe do freenet).